É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Li

12
Jun 11

 

 

Amor é um fogo que arde sem se ver,
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente,
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

 

 

Luís Vaz de Camões

 

publicado por Annallegra às 03:24

Às vezes vê-se
ide!as a 15 de Junho de 2011 às 20:27

Counters

comentários recentes
Lindo, em especial o título...
Adorei o titulo, seria um enorme prazer, certament...
Aqui estou, finalmente tenho net...te espero Jokin...
Chamas por mim...sempre aqui estive (a teu lado)Te...
Ola doce gatinha...finalmente livre de todos os ma...
Ola Ana faz muito tempo que nada sei de ti...bjos
oi amiga! bom te ver de novo!andei afastada mas vo...
Que fique 100% boa rapido, sei o que é não ter um ...
Desejos de rápidas melhoras para sua Mãe, e que es...
Oh gata... tu aí à janela assim não apanhas nenhum...
blogs SAPO