É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo. Clarice Li

03
Abr 12

 
Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor
A mais triste de todas as mulheres.


Que só, de ti, me venha magoa e dor
O que me importa a mim? O que quiseres
É sempre um sonho bom! Seja o que for,
Bendito sejas tu por mo dizeres!


Beijá-me as mãos, Amor, devagarinho...
Como se os dois nascessemos irmãos,
Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho...


Beija-mas bem!... Que fantasia louca
Guardar assim, fechados, nestas mãos,
Os beijos que sonhei pra minha boca!...

 

 

 Florbela Espanca.

 

publicado por Annallegra às 01:46

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Counters

subscrever feeds
comentários recentes
Lindo, em especial o título...
Adorei o titulo, seria um enorme prazer, certament...
Aqui estou, finalmente tenho net...te espero Jokin...
Chamas por mim...sempre aqui estive (a teu lado)Te...
Ola doce gatinha...finalmente livre de todos os ma...
Ola Ana faz muito tempo que nada sei de ti...bjos
oi amiga! bom te ver de novo!andei afastada mas vo...
Que fique 100% boa rapido, sei o que é não ter um ...
Desejos de rápidas melhoras para sua Mãe, e que es...
Oh gata... tu aí à janela assim não apanhas nenhum...
blogs SAPO